3 comments on “Surpreenda!

  1. CONHECENDO MAIS SOBRE O LATEX

    Writer2LaTeX is a utility written in java. It converts OpenOffice.org
    documents – in particular documents containing formulas – into other
    formats. It is actually a collection of four converters, i.e.:
    1) Writer2LaTeX converts documents into LaTeX 2e format for high quality
    typesetting.
    2) Writer2BibTeX extracts bibliographic data from a document and stores it in
    BibTeX format (works together with Writer2LaTeX).
    3) Writer2xhtml converts documents into XHTML 1.0 or XHTML 1.1+MathML 2.0 with
    CSS2.
    4) Calc2xhtml is a companion to Writer2xhtml that converts OOo Calc documents
    to XHTML 1.0 with CSS2 to display your spreadsheets on the web.
    .
    This package contains the OpenOffice.org extension providing
    writer2latex for OpenOffice.org. Note that OOo contains Writer2LaTeX 0.4
    since 2.0.4 and this disables the internal writer2latex and uses the new
    one.
    This package provides several tools that aim to simplify the
    compilation of LaTeX documents:

    LaTeX.mk: a Makefile snippet to help compiling LaTeX documents in
    DVI, PDF, PS, … format. Dependencies are automatically tracked: one
    should be able to compile documents with a one-line Makefile
    containing ‘include LaTeX.mk’. Complex documents (with multiple
    bibliographies, indexes, glossaries, …) should be correctly managed.

    figlatex.sty: a LaTeX package to easily insert xfig figures (with
    \includegraphics{file.fig}). It can interact with LaTeX.mk so that the
    latter automatically invokes transfig if needed.

    And various helper tools for LaTeX.mk

    AbnTeX is a class for writing documents in ABNT standard. The
    Brazilian Technical Standards Association (ABNT) is responsible for
    the national standardization and certification procedures. The
    package also includes support to BibTeX in the ABNT standard.

    Like

  2. Latex

    O comando \input{nome do arquivo.tex} é usado para unir pedaços de arquivos.tex, muito útil, muito interessante e estimulador da criatividade,

    Input:
    Quando o arquivo.tex for compilado, o Latex irá procurar na pasta corrente o arquivo.tex e irá uir todo o conteúdo deles em ordem, se algum arquivo não estiver na pasta corrente, podemos detalhar o caminho. Ex. \input}{./meus arquivos/arquivo1.tex}

    Include:
    Pode-se usar também o comando include no preâmbulo qauando existirem muito arquivos

    \include{arquivo1.tex} , nota- Os comandos input{ } e include{ } não são compilados individulamente, mas apenas quando o arquivo que os constém é compilado, se você precisa que os arquivos menores também sejam compilados previamente, use o pacote subfiles. No preâmbulo do arquivo superior adicione \usepackage{subfiles}, e agora em vez de usar os comandos. \Input{arquivo.tex } e include{arquivo.tex} use o \subfile{nome do arquivo}, a última parte é adicionar no início dos arquivos menores;
    \documentclass[arquivo superior.tex]{subfiles}

    O que nos incentiva a usar essa ferramenta Latex é que os comandos são inseridos somente uma vez no preâmbulo e ao editar novos documentos altermos somente o nome, por isso chamamos o mesmos de códiago fonte, porque é reutilizado quantas vezes forem necessárias.

    Diga não à pirataria.
    Um computador com sistemas proprietário exige que todos os programas neles configurados sejam licenciados, e essa exigêcia custa nada mesnos que R$15.000,00, e esse é um dos motivos alegados por aqueles que partem para a pirataria.

    Mas essa desculpa de preço não justifica, pois nos dias atuais há uma grande oferta de produtos e profissionais que operam com Opensource, com ótimos resultados, o Latex, Gimp, Inkscape, Freecad, Openoffice, e tantos outros comprovadamente de altíssima qualidade.

    GTI-Darcy Larangeira – Conhecimento é um bem da humanidade.

    Quando respeitamos o direito dos outros, nossos direitos são respeitados, porque para os outros, os outros somos nós.

    Like

  3. Latex

    Para texto de poucas páginas, a digitação pode ser contínua em razão de que o Latex

    atende ao roteiro programado, em seu preâmabulo.

    Para textos ou documentos de vários capítulos. O autor tem a opção de elaborar da seguinte forma.

    \capa.tex
    \texto1.tex
    \texto2.tex
    \texto3.tex, e ir salvando na pasta arquivo do documento.
    e ao término da digitação, basta promover a inclusão da seguinte forma

    \include{capa} “include dispensa a extensão (tex)”

    \include{texto1} sucessivamente, que o documento ficará dentro do programado,,”include dispensa a extensão (tex)”,

    e além dessa característica de processamento, ainda temos a possibilidade de montar

    as \macros.tex – onde todos os termos, todas as fórmulas, todas as explicações estarão
    disponíveis no local indicado no texto e de forma como programamos.

    Lembrando, sempre, que esta é uma ferramenta para edição de “book”, “article”, “report”
    com as respectivas divisões, \chapter{ }, \section,{ } \subsection { } etc,

    Há na internet vários tutoriais e exemplos para que possamos elaborar o nosso trabalho,
    conforme a ABNT e as solicitações da instituição que estamos inscritos.

    Para publicação há ainda o “http://www.clubedeautores.com.br/webpage/tour”, onde podemos publicar nossos livros ou disponibilizá-los em pdf.

    Por essas e outra caraterísticas o espírito Livre a pirataria tem vida curta.

    Não há razão para ser conscientemente desonesto, Pirataria é roubo, Pirataria é crime.

    GTI-Darcy -conhecimento é um bem da humanidade. Amando a Liberdade de Ser.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s