Por que a burocracia da Adm Pública deve ser tão pesada?


Como leigos, temos indagações que certamente nunca encontrarão respostas. Mas vale a pena citar algumas coisas que por serem tão gritantes ensurdecem a quem deveria ouvir.

Os setores da administração pública como departamentos de ensino, não digo de educação, mas o executor mesmo, não contam com um gerente de patrimônio. Aquele senhor ou senhora que com exclusividade se prestasse a direcionar o patrimônio. O que é novo que seja instalado! O que está quebrado que seja consertado! O que está obsoleto que tenha uma destinação para reciclagem, destruição, doação, reaproveitamento em outra atividade, etc. Isso é difícil de normatizar?

Por que a preocupação com esse tema? Porque todo cidadão deve tentar sugerir, mesmo que a sua sugestão não seja possível de executar. Pois sabemos que há uma enorme quantidade máquinas, equipamentos, livros, materiais de insumos em todos os setores da administração pública, que ao ficarem armazenados indefinidamente custam dinheiro de impostos que vem do cidadão comum. E muitas vezes um serviço que o Estado poderia prestar, deixa de ser prestado até que se adquira materiais para tal, quando verdadeiras montanhas de materiais de toda natureza permanecem entulhados nas repartições.

Isso acontece em empresas privadas? Sem dúvida que sim, porém quando uma auditoria resolve ir a fundo, tudo o que estava dormindo nos porões e nas gavetas tem um direcionamento, com certeza, porque acionista algum deseja ver o seu lucro transformado em algo inerte à espera da boa vontade de alguém.

O Estado é desorganizado, perdulário, e passa ao cidadão o desinteresse pela coisa pública em razão de não lhe dar voz. Sabemos que o parlamento é o canal de comunicação e elo entre os poderes e o cidadão, mas esse também precisa reformular as suas diretrizes internas.

O mais interessante é que se cada cidadão assumir que é uma acionista do Estado, é que é o cidadão quem financia a bandalheira, este cidadão sem pegar em armas, pode mudar as coisas, apenas pela escolha daquele que vai administrar a coisa pública.

Burocracia é uma ferramenta que não se moderniza em benefício do Estado e do Cidadão. A revolução industrial mostrou e executou mudanças que agilizaram a produção, melhorou a qualidade, reduziu os custos, depurou as matérias primas, gerou modernidade e milhões de novos empregos com consequente melhoria da produtividade e rentabilidade dos investimentos. Somente a burocracia não se moderniza, não se revoluciona. É uma pena.

Quando temos problemas, oramos a Deus e chamamos a polícia. Quando o problema passa, esquecemos de Deus e amaldiçoamos a polícia. (Zaging)

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s