Small Business – Pequenos Negócios


Para entrar no mundo do negócios, normalmente o pequeno empreendedor se dedica a construir o seu sonho.  O primeiro passo é trazer para a realidade um sonho mantido em mente por algum tempo.

A diferença é que nem sempre o que esse empreendedor domina, será o produto ou serviço que o seu público alvo quer, ou precisa.

Por isso é indispensável que se tenha, além do conhecimento do produto ou serviço, é preciso conhecer o seu futuro mercado. Assim, dinheiro não será o único obstáculo, mas a aceitação que esse pequeno negócio terá.

 

9 comments on “Small Business – Pequenos Negócios

  1. Os pequenos de hoje já são os grandes de amanhã.

    Ser pequeno tem suas vantagens. Consegue driblar as crises com grande velocidade,

    as inovações tecnológicas, mercadológicas, filosóficas são assimiladas, até porque em

    sua maioria chegam no momento certo, no momento em que os desafios de ser pequeno

    se transformam em força e criatividade para reescrever a própria história.

    Darcy – Linuxer de corpo e alma, porque a liberdade é algo que conquista a cada dia.

    Like

  2. IGREJAS E GRANDES NEGÓCIOS!

    Até que a população descubra que há uma grande enganação, muita grana já foi parar nos bolsos desses espertinhos.

    Ainda bem que Deus nada tem de ligações com isso. Pois Deus não precisa de grana, quem gosta de grana são os humanos, porém somente os humanos contribuem, já os enganadores compram jatinhos, constroem mansões, tudo em nome de um coisa que não há como testar, não é como um bem que se compra e se não servir para nada, develve-se.

    Estado tem cuidar da coisas de Estado.

    Igrejas tem que cuidar de suas atribuições morais, éticas e legais.

    Povo tem que ficar atento para não ser tão enganado.

    A pobreza, os vícios, e outras coisas não são combatidas por esses vendedores de ilusões. O que eles querem e encher é o próprio ego e a vaidade, com todo tipo de mentiras para enganar àqueles que sofrem com o abandono do Estado. Estado esse que não cumpre como a sua missão que seria fornecer os alicerces para um desenvolvimento humano bem mais digno. Para não mencionar escolas, segurança, estradas, meios de transportes e políticas previsíveis. Para que ao investir, o empresário saiba que o jogo não será mudado no meio da partida.

    Que Deus tenha pena de todos nós, que nos livre. Nos dê a Paz.
    Darcy – Conhecimento é um bem da humanidade.

    Like

  3. Pequenas Organizações podem pensar a Inteligência Artificial:

    A inteligência artificial está nos jogos, na Web, e, por que não no gerenciamento das organizações.

    A utilização da Inteligência Artificial resolve um problema que o cérebro humano não consegue resolver no espaço de tempo que a Inteligência Artificial consegue.

    Imaginemos um lista de cem nomes de pessoas das mais variadas idades, tendo que ser mencionada numa palestra. Nesse momento compreendemos o quanto a memória de máquina é útil. Pois a memória humana não tem essa habilidade e nem deveria ter, pois os tempos de processamentos humanos são administrados por muitas variáveis, como emoção, pressões de toda sorte, coisa que uma máquina não sofre. Então a lista de nomes e suas idades se mostra em fração de segundo se constar da memória do computador.

    Outro grande benefício da Inteligência Artificial é o que estamos presenciando, a Web Semântica, ou a Web 3.0.

    E a Inteligência Artificial está apenas no começo, ainda há mitos, e há controvérsias, porém sabem que a avalanche de inovações quebra qualquer barreira, e uma delas é o egoísmo, esse tende a se envergonhar e sumir para sempre das mentes humanas, pois essas coisas de classes sociais e a tal da segregação social etc, são males que impedem o desenvolvimento, a paz, a harmonia entre os povos.

    Os tempos mudaram, o futuro é agora e temos forçosamente que inventar brisas suavez e horizontes saudáveis e mudarmos de vez para o ninho da Dona Felicidade.

    Darcy

    Like

    • Opa! Sou um tecno-otimista assumido entao vou logo me apresentando!Mas vou pedir licença para dar algumas definições proprias para otimismo e pessimismo:O otimismo sem controle naturalmente se degenera em acomodações, afinal tudo vai dar certo, sabe-se ler porque ou grandes a quem é?, em sua miopia fane1tica ele vai se ajustando aos desastres provavelmente atribuindo-os a um misterioso plano divino.O pessimismo sem controle naturalmente se degenera em acomodações (é isso mesmo, igualzinho acima), afinal tudo vai dar errado mesmo então o melhor a fazer é cuidar de mim mesmo e os outros que se danem.O otimista patológico é um alienado, o pessimista patológico é um egoeísta.Geralmente Na minha experiencia pelo menos Com certeza é melhor não ser nem otimista, nem pessimista, pelo menos não do tipo patológico.Por outro lado não acredito muito que não sejamos capazes de caminhar estritamente no meio, vulcões, donos de uma lógica acima do pessimismo ou do otimismo.Em humanos acredito mais em um tipo de fusão das duas frentes para impedir justamente o mergulho irreversedvel em um ou em outro.Outro ponto a considerar é que algumas personalidades gostam do desafio do impossível para estimulá-las e outras se sentem completamente esmagadas se não tiverem certeza que tudo dará certo no final. O pessimismo ponderado estimula os primeiros e o otimismo (sempre ponderado) dá força aos outros.Apesar de me definir como otimista talvez minha visão de mundo pareça bem pessimista e confesso que adoro o desafio das causas imposseíveis.Alguns exemplos:Creio que nossa espécie terá que enfrentar enormes perdas de vidas por conta do esgotamento dos recursos materiais e mudanças climáticas que reduzirão drasticamente a oferta de alimento e liberação doenças que estão adormecidas. Creio que a Internet não foi criada para o bem da humanidade, mas como parte de um fenômeno informacional que provavelmente nos transformará (na verdade já está transformando) em escravos da coleta de informações, processamento de dados, criação de unidades culturais (como olhos criativos) e o fluxo disso tudo, da mesma forma que já fomos escravos da produção de bens materiais.Como bem observaram recentemente a cultura hipertextual é um duro golpe contra o raciocí linear, essencial para construir uma linha de pensamento lógico e não vejo sinal da construção de novos caminhos sinépticos para lidar com essa estruturbação, não vejo a menor chance da nossa sede consumista diminuir. Ou nossa espécie começará a criar colônias fora da Terra ou nossos problemas serão ainda maiores. E sinceramente, alguém vê possibilidade de fazermos isso? Creio que só o otimista patológico Apesar disso tudo, me defino como otimista pois também não vejo como a nossa espécie poderia ser completamente exterminada (a menos que sejamos atingidos por um grande cataclisma císmico como o impacto com um cometa ou asteróide muito grande) e considero lógico supor que, diante disso, nossa civilização continuará o seu caminho evolutivo seja para onde for.També acredito que nossa tendência é em direção a uma estrutura onde há menos dor para cada individuo da nossa espécie e de outras. Ou seja, talvez milhares de pessoas morram em consequencia do otimismo que nos fez subestimar as mudanças climáticas nos ultimos séculos (a peste negra já foi um grande cataclisma ecológico e bem Tempos depois desenvolvemos o saneamento urbano, mas permanecemos cegos para outros problemas), mas o sentido do nosso desenvolvimento parece apontar para uma cultura mais empática, democrática e outros principios que nos parecem moralmente bons.Bem, mas me parece que o ponto central do seu post é: ter certeza de que tudo irá bem ou que tudo vai se acabar nos impede de agir. Concordo plenamente!Como vocea disse ainda há pouco: estar otimista é diferente de ser otimista.Ah! Tenho mais uma razão para me apresentar como otimista: pelo menos nas minhas redes sociais online e offline reina um pessimismo absoluto que tem certeza do fim da humanidade e que somos um tipo de praga que deveria ser erradicada do planeta Terra para que ele possa seguir em paz.Isso é um absurdo é como dizer que meu corpo é uma massa de carne repleta de pecado que impede minha alma de alcançar a iluminação e que por isso cometerei o suicídio.Do ponto de vista humano a Terra só faz sentido como nosso lar, mas tenho visto que, antes de preservar a Terra precisamos resgatar o amor próprio dos humanos.Por isso me apresento como otimista e levo mensagens otimistas para equilibrar o profundo pessimismo que tenho visto. Mesmo tendo certeza que em uns 50 ou 80 anos criaremos uma forma de conscieancia eletro-mecânica que nos tornará obsoletos e manterá apenas alguns humanos em zoológicos!Pronto! Falei! Dei vazão aos meus devaneios ciberpunks de nerds apaixonados por Philip K Dick e Douglas Adams

      Like

      • Hi1
        Very interesting.

        Changing is a way to say: We have to get ourselves transformed, in order to
        look for any kind of real peace.

        Keep in touch.
        Darcy

        Like

  4. Pequenas empresas, sinônimo de criatividade, coragem e vontade de contribuir com o seu meio. Todo pequeno empreendimento precisa apoiar-se no tripé, política, filosofia e programa.

    Ao se estabelecer, ou seja, ao abrir as portas é necessário manter a visão de que no início, todo investimento em dinheiro, energia material e física, conhecimento e experiência estarão a serviço de um negócio que poder se firmar, crescer, estabilizar-se, gerar empregos, renda e lucros. Deve-se saber que estando empregado tem apenas um patrão, e quando vai para o negócio próprio tem-se muitos patrões, muitas variáveis a serem atendidas como: aluguéis, impostos, fornecedores, salários etc.

    Abrir uma pequena empresa não é sinônimo de liberdade total, inclusive no trato com o caixa, neste item há o que se chama fluxo de caixa e que se as entradas forem sempre menores do que as saídas, algo está indo mal.

    Quando se tem muita fé em Deus, confia-se no que diz o salmo 127:1: se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.
    A mensagem é bem clara, é preciso ter sentinela, é preciso cuidar, é preciso vigiar, pois a parte material o ser humano pode e deve fazer, administrar é causa e efeito puramente científico. Ter fé, saúde, coragem, capacidade mental e resistẽncia à frustração é Obra de Deus e em Deus confiamos.
    Darcy

    Like

  5. PEQUENOS NEGÓCIOS TEM GRANDE IMPORTÂNCIA!

    Todos que voltam os olhares para os pequenos empreendimentos reconhecem que ali estão grandes oportunidades de geração de empregos e renda.

    Os pequenos empreendimentos, até em razão da própria classificação como pequenos empreendimentos, reunem tecnologia de ponta, agilidade e capacidade de projetar e produzir, com a vantagem de seus custos agregados, aqueles que vão determinar o custo de produção que é “matéria prima + mão de obra direta e indireta”, serem bem menores se comparados com os processos de produção das grandes organizações.

    Por ter trabalhado ao longo de mais de vinte anos em multinacional na área de gestão da produção, podemos afirmar que, quanto mais sofisticado for o processo, maiores serão os custos.

    Numa primeira avaliação, os pequenos empreendimentos deveriam poder contar com apoio técnico oferecido pelo setor público, como escolas, laboratórios, cooperativas, e em especial uma agência de fomento de pequenos negócios.

    Há exemplos, no Brasil, bem sucedidos. E a pergunta é: Por que não se instala via sistema, normas de procedimentos de forma que o interessado em montar, manter e crescer um próprio empreendimento possa contar com um apoio, independentemente de apadrinhamento político ou favores?

    Acreditar no pequeno empreendedor é acreditar nos grandes empreendimentos.
    A matemática é simples, 1 + 1 = 2, ou 1 e 1 = 11, tudo depende de vontade política, inteligencia, parcerias, coragem e determinação.

    Promover encontros de pequenos empreendedores, solicitar que enviem suas opiniões, criar um banco de idéias já seria um avanço a médio e a longo prazo.

    Mas!!! O que precisa ser feito é derrubar o egoísmo, e há um bom artigo em um livro chamado “Biblia” que vale a pena ser lido. “é bom que os irmãos vivam em união”. Ali notamos a grande sabedoria do expressar. O artigo não diz: Note que estamos falando, não diz: ” é bom que os irmãos sejam iguais” , não “é bom que os irmãos vivam em união” , muito bem, o que se entende com esta mensagem? Que se respeite as diferenças. Que não se julgue os processos administrativos do pequeno empreendimento como se fossem de uma mega organização.

    O pequeno conta com apenas um responsável por todos os departamentos, que vão de projetos, planos de negócios, compras, armazenagem “logística” processo de produção, controle da qualidade, formação de preços, propaganda e marketing, relações públicas, sistema legal. Tudo isso além de demandar conhecimento específico demanda tempo, mesmo quando se contrata especialistas ou terceiriza-se os serviços.

    O pequeno de hoje é o grande de amanha, e não é necessário que seja um gigante, até porque o DNA de cada espécie não migra para outras espécies. A razão do por quê de gigantes organizações quebrarem é que gigantes demandam energia demais e isso consome o lhe poderia ser útil em outras áreas.

    Vamos combinar que os carrões cederam lugar aos 1.0, os enormes aviões como o concórdia e outros cederam espaço aos aviões de porte menor.

    Sonhar em ser gigante é bom, mas ser pequeno e forte é melhor. Quem não é o maior tem sempre que ser o melhor, não é assim?

    Darcy – estudante de TI – CEUCLAR Centro universitário Claretiano.

    Like

  6. POLITICAS PÚBLICAS PARA OS PEQUENOS NEGÓCIOS:

    Além da Política de Desenvolvimento Produtivo, a reunião na CNI discutiu também a necessidade de melhorias no marco legal das políticas de apoio à inovação nas empresas. Em sua apresentação, o empresário Pedro Wongtschowski, presidente do Grupo Ultra, defendeu uma definição única sobre o que são micro e pequenas empresas no País.

    “Temos várias interpretações que só dificultam a implementação de políticas de inovação para este segmento”, observou o empresário. Na definição da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, micro é a empresa que fatura no máximo R$ 240 mil por ano e pequena a que tem faturamento até R$ 2,4 milhões anuais. Já o BNDES, principal instituição de fomento do País, entende como microempresa a que tem receita bruta anual de R$ 1,2 milhão e classifica como pequenas as que faturam até R$ 10,5 milhões.

    Outra reivindicação diz respeito à insegurança jurídica nos benefícios fiscais concedidos para as empresas que praticam inovação tecnológica. A legislação admite depreciação acelerada para bens intangíveis, por exemplo, mas há diferentes interpretações sobre esse benefício. Seria preciso, dizem os empresários, uma definição mais clara da lei sobre esse e outros pontos.

    O presidente da Ultra sugeriu também que os editais de subvenção econômica lançados por órgãos públicos para apoiar a inovação deveriam ser contínuos, já que os projetos não têm data para acontecer.

    Para o presidente da Siemens, Adilson Primo, o Brasil precisa investir na competitividade sistêmica da economia, levando em conta características do atual ambiente econômico, como o mercado exportador menos dinâmico que o importador. O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, reforçou que o problema já está nas preocupações do governo. “No que ser refere às importações, já existe uma consciência do Ministério da Fazenda em relação a políticas que deverão ser adotadas para minimizar os efeitos das importações no País”, disse Coutinho.

    O presidente do BNDES pediu urgência no encaminhamento ao governo dos documentos da CNI com sugestão de mudanças nos marcos legais de apoio à inovação. “Estamos em um período de conversas com o governo e equipe de transição. Precisamos levar essas questões para a frente”, salientou.

    http://www.incubadorarevap.com.br/noticias/netnews.cgi?cmd=mostrar&cod=718&max=7&tpl=

    Like

  7. Não basta desejar ser o próprio patrão.

    É preciso saber que vai trabalhar mais, vai ser responsável pelos colaboradores, vai ser contribuinte e tem que andar em dia com os tributos.

    Precisa ter visão de futuro, buscar as oportunidades de negócio, saber mudar os rumos na hora certa.

    Ter consciência de que é responsável pelo meio ambiente, e meio ambiente não é somente o fator de cuidados em termos de poluição, meio ambiente envolve o circulo em que a sua organização está inserida.

    O mercado financeiro, a área técnica, a logística, o relacionamento interpessoal, a urbanidade no trato com as pessoas, respeitar os limites dos outros e conhecer seus próprios limites.

    Ter a chama do projeto inicial sempre acesa, ver os obstáculos como lições de aprendizagem. Reconhecer que sozinho não construirá um forte empresa, mas que desde o zelador, ao motorista, ao porteiro, ao atendente, ao engenheiro de finanças até a gerência geral, todos devem ser conhecedores dos objetivos da empresa e de que forma a alta administração está trabalhando para alcançar as metas.

    Lembrar que cada um no ambiente interno e externo está num ponto estratégico para alavancar os negócios.

    O melhor sistema informática ainda depende e continuará a depender das pessoas, pois são as pessoas a razão de todo desenvolvimento que a humanidade já alcançou.

    O meio ambiente é este, é o todo. Deus, Pátria e Familia, todas as famílias, pois as famílias são compostas de pessoas, e pessoas tem uma pátria e uma pátria depende de uma força superior que rege o Universo, a essa força invisível e de poder incalculável, e sem o controle dos humanos, Chamamos Deus. Por isso é tão importante o empresário rconhece que o meio ambiente é ele. A Organização é o Meio Ambiente.

    Darcy Larangeira – Conhecimento é um bem da humanidade.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s